Relatório do Tribunal de Contas

Relatório do Tribunal de Contas

 

Tribunal de Contas realizou relatório de auditoria, com o objetivo de examinar se o Ministério da Educação assegurou a todos os alunos dos ensinos básico e secundário (1,2 milhões) o acesso ao E@D.
 
O relatório detetada várias Insuficiências, evidenciando que quando as escolas voltaram a encerrar no final de janeiro do ano letivo que agora termina “ainda não tinham sido disseminados os meios digitais para a retoma adequada do E@D”.

 
Os equipamentos “só começaram a chegar aos alunos no ano letivo 2020/21″ e a mais de 60% “só chegará no ano letivo seguinte”, refere o documento.
 
Os auditores consideram que “foi tardia” a autorização para a aquisição de 386 milhões de euros em meios digitais para as escolas: “Apenas em 16 de julho de 2020, e, portanto, sem impacto no ano letivo 2019/20, é que o Governo autorizou a realização da despesa para a aquisição de computadores, conectividade e serviços conexos a disponibilizar às escolas”.
 
O relatório alerta para o impacto transversalmente mais negativo do E@D ter sido a perda de aprendizagens, cuja recuperação constitui, atualmente, a preocupação central entretanto refletida no “Plano de Recuperação das Aprendizagens 21/23 Escola +”.
 
+ informação em:
https://www.tcontas.pt/pt-pt/MenuSecundario/Noticias/Pages/n20210721-1.aspx
 
* relatório disponível em:
https://www.tcontas.pt/pt-pt/MenuSecundario/Noticias/Pages/n20210721-1.aspx

Deixe uma resposta

Proudly powered by WordPress | Theme: Chilly by SpiceThemes